Castração

ai, esse antibiótico dá um soninho...

Se a Anne Geddes me descobre, desiste de fotografar bebês…

Essa na foto é a margaridinha, da minha amiga Aveliny, em recuperação depois da castração. Por tudo que já li, não existe dúvida sobre os benefícios de se castrar nossos pequenos, mas a Margarida passou por uma experiência muito ruim com a cirurgia dela.

Todos que já castraram seus animais devem ter assinado um termo se responsabilizando pelo processo. Alice veio pra casa já castrada, se recuperando. A gente acredita que ela tinha entre 6 e 8 meses (tenho até minhas dúvidas se ela já não foi mamãe, pq tem a barriguinha meio flácida e cuida do chico com tanto zelo! – aliás, merecendo outro post como a minha menininha ta voltando ao normal com o desenvolvimento do Chico!! E como ele está com adolescentices!). A cirurgia da Alice foi tensa, fizeram um corte duas vezes maior do que o necessário, infeccionou, tadinha, sofreu um bocado.

Quando foi a vez do Chico, levamos quando tinha quatro meses. Foi super simples, ele dormiu na clínica só por precaução, mas no dia seguinte já estava pulando e escalando tudo! Eu assinei esse termo e fiquei morrendo de medo que ele tivesse alguma reação à anestesia.

Pois é, com ele foi tudo bem, mas a Margaridinha sofreu o que todos os donos têm receio: choque anafilático provavelmente por causa da anestesia. O choque causou um edema pulmonar e cegueira, a pequeninha teve de respirar com aparelhos e ficou um tempinho em coma. A Vê ficou desesperada. A sorte foi que Margarida estava em Brasília numa clínica especializada em gatos. Com muita dedicação e carinho a Margarida foi voltando e agora já está toda serelepe e recuperada, inclusive da cegueira que foi temporária.

Perguntei pra um veterinário amigo nosso qual a probabilidade de um animal sofrer um choque desses durante uma cirurgia de castração e ele disse que são mínimas. Mas que gato, como nós sabemos, são sempre mais sensíveis. Por isso, é importante que seja feito um teste antes da cirurgia pra saber se o bichinho não terá nenhuma reação.

Então, pra quem ainda não castrou seu peludinho, não deixe de fazer. Além de deixar os pequenos menos rueiros, a castração diminui consideravelmente os riscos de câncer e tumores. A história de que os filhotes não brincam mais depois de castrados é uma bobagem. O Chico só não é mais arteiro e brincalhão pq é um só. Tb existe a lenda de que o animal para de crescer e engorda. O Chico mais uma vez contradiz a lenda: está maior do que a Alice e tão magrelo , mas tão magrelo, que parece uma varetinha.

Uma abordagem muito legal sobre castração é a do Amor & Miados. Especialmente no que diz respeito a castração pediátrica. Vale muito a pena ler! Respeito muito o trabalho deles, principalmente no projeto Felinos Urbanos.

Castrar é inquestionável! O que a gente tem de ficar atento, no entanto, é se o nosso peludinho pode ser castrado em determinada ocasião, se não vai ter nenhuma reação à anestesia, se está em condições de saúde, enfim, observar pequenos detalhes pra que uma cirurgia simples não se torne um big pesadelo, como foi pra Margaridinha!

Anúncios

11 ideias sobre “Castração

  1. Laís

    Toda cirurgia pode trazer complicações, ainda bem que a Margarida se recuperou e agora pode ser feliz sem se preocupar com cio e filhotes indesejados. A minha Rutha (q já virou estrelinha) foi castrada em 1999 e parece que ficou um pedaço mínimo de ovário, depois disso ela passou anos achando que estava no cio, miava desesperada por dias e depois sossegava, depois de alguns meses começava a miação novamente, só quando estava bem velhinha que isso parou. O problema era aguentar os gatos tentando invadir a minha casa mas eles só vinham averiguar e percebiam que ela não estava no cio.
    Adorei a foto tipo Anne Geddes!
    Beijos

    Resposta
  2. milene

    Ownn, ainda bem que a Margaridinha está se recuperando. Castrar é essencial. Tomando os devidos cuidados, tudo pode dar certo. As vezes, mesmo assim, acontecem probleminhas, mas o benefício da castração é inquestionável.
    Beijocas

    Resposta
  3. Karina

    Não passei por isso, pois meus dois gatos já vieram castrados. Mas sei que a recuperação pode variar bastante de gato pra gato. Fico feliz que, apesar do susto, Margarida está ficando bem.
    Beijos

    Resposta
  4. suzana

    Tadinha da Margaridinha…que bom que ela se recuperou sem nenhuma sequela.
    Eeu tb não sofri nada com a castração dos meninos…macho é mais simples né. Os dois se recuperaram em 2 dias tb!

    Resposta
  5. Claudia

    Todos os meus queridos foram castrados (exceção o Spike, o cão) e nunca tivemos problemas. As mudanças que percebi nas meninas (Jean e Fafá) foi que a primeira ficu mais assustada e arredia e a segunda justamente o contrário. Como a Fafá foi resgatada já prenha ela primeiro precisou se defender e depois aos filhotes e agora depois de castrada ela é quase que totalmente da paz.
    Lendo a complicação na castração da Margaridinha fiquei aflita pela pequena Piti que será a próxima a ser castrada…
    Muito bom saber que a Margaridinha já está recuperada e bem.
    bjs

    Resposta
  6. Lívia Fernanda

    Realmente, a anestesia é sempre um risco. Aliás, qualquer medicamento pode causar uma reação inesperada, até em humanos isso é possível! Claro que as chances são bem pequenas, mas ninguém gostaria de ganhar a bolacha premiada! Fico imaginando o desespero dos pais da Margarida e também do veterinário! Mas que bom que tudo deu certo no final! Castrar realmente é a solução, vale muito a pena!

    Beijos!

    Resposta
  7. eve

    Infelizmente com qualquer procedimento cirúrgico existe riscos tanto em animais quanto em humanos, mas ainda bem que a linda Margaridinha conseguiu se recuperar e vai poder viver feliz com seus pais.
    beijos

    Resposta
  8. Aline

    Margaridinha está tão lindinha na roupa cirúrgica, mimindo….owwwnnnn.
    Chloe foi castrada aos 6 meses. Com ela, foi tudo super simples e eu confesso que não tive o menor receio de que ela passasse pela experiência. Ela dormiu na clínica de um dia para o outro e nem roupinha cirúrgica usou. Ela não se interessou muito pelos pontos, então, eu só monitorava para ver se ela não estava puxando os mesmos. A recuperação foi super rápida e ela foi liberada para pular de um lado para o outro. O gatinho será castrado mais tarde. Vou esperar ele crescer um pouquinho e ficar mais fortinho. Também tenho convicção de que a castração é necessária e um bem para nossos bichinhos.
    beijocas

    Resposta
  9. Claudia

    Ariana, vim agradecer a sugestão para o niver da Fafá. E pensando em homenagem (como você sugeriu o dia das mães) resolvi homenagear quem a resgatou e lhe deu vida nova e digna. O dia definido é 18 de Setembro.
    Obrigada!
    bjs

    Resposta
  10. Giza

    Oi pessoal, ja tive e vi varios animais voltarem da cirurgia de castração, tanto femeas como machos, sem maiores complicaçoes, apenas ontem me assustei, achei um siamesinho gatolescente na rua e resolvi adotar, e ontem ele foi castrado, mas ao contrário dos outros teve uma reação à anestesia, o que a vet disse ser comum em gatos beges ou amarelos, ele ficou muito agitado, miando e andando pela casa a noite inteira, não deixou ninguem dormir, e ele mesmo tadinho não descansou, uma aflição…aí descobri que a quetamina, substancia da anestesia, pode causar alucinação nos gatos, e essa foi a primeira vez que eu vi isso depois de acompanhar de perto sete castraçoes de cães e gatos, então se isso acntecer com o bichinho de voces relaxem e se preparem pra ficar uma noite inteira sem dormir, ehehehehe…ja vi casos do gato ficar agressivo, graças a Deus não foi o caso, mas fiquei bem preocupada, sem falar que tenho que acordar cedo pra trabalhar né? ehehehe…legal o alerta, toda cirurgia e anestesia tem riscos!

    Resposta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s